sábado, 27 de setembro de 2008

Hoje eu morri um pouquinho

Hoje uma parte da minha vida me deixou. Fiquei manca. Perdi um braço, uma perna e um pedaço grande do meu coração. Hoje perdi a Luana. Minha amiga-irmã.

Essa vida louca nos afastou fisicamente tantas vezes. Tantas vezes eu pensei nela. Lembrei das nossas tardes ouvindo Rita Lee, comendo chocolate e sonhando com os nossos príncipes encantados, que só surgiriam nas nossas vidas dez anos depois.

Lembrei das nossas inseguranças e das nossas seguranças. Da força que uma dava para outra, do carinho. Ela me chamava de cafezinho. Dizia que não podia viver sem duas coisas, café e eu. Tantas histórias e tão bonitas. Tanto amor, tanto amor.

Vivemos muito, curtimos muito. Agora era a hora da colheita. Não entendo como pode, agora, na calmaria, vir essa doença e arrancar a vida dela. Tirar ela do mundo sem ter tido tempo sequer de ser mãe.

A dor é tão grande que rasga. Rasga o peito, a alma. E é raiva, raiva de travar os dentes. Raiva de não ter estado mais com ela. Raiva de não ter ligado semana passada. Raiva de não ter dito, uma última vez que a amava. Raiva de mim e do mundo.

7 comentários:

El Titiritero disse...

Sua amiga agora é uma anjo, que olha por você e a todos que você quer bem. Amém.

Fernando e Silvia disse...

Carol, sinto muito mesmo! Que Deus possa te confortar nesta hora tão difícil! Reze por ela, tenho certeza que ela sempre estará perto de você. Um abraço amigo,
Silvia

Ju e Ivan disse...

Carol, sinto muito pela sua amiga. Muita força pra você!

Beijos,
Ju

Gelsa disse...

Carol sem palavras, mas pense pelo menos que voce fez um pouquinho estando com ela lembrando momentos legais que viveram juntas. Curtiu pouco mas cutiu e hoje voce sabe que ela é uma estrela especial que esta te vendo sempre. Um beijo enorme e força, muita força.

Re e Li disse...

Essa vida é mesmo muito louca e nesse momento tudo deve estar parecendo sem sentido.
Dói demais, eu sei! Mas tenha certeza de que a Luana sabia sim do amor que você tinha por ela.
Fique firme e conte com nossas orações.
Beijos
Renata

Sandro e Família disse...

Carol

É muito difícil escolher palavras num momento tão difícil como esse da perda de uma grande amiga ou familiar.

Nos solidarizamos com sua dor e muita força para superar tanta tristeza.

Nossos sentimentos.

Valéria disse...

Oh Carol,
Infelizmente só agora pude ler seu blog e me deparar com essa notícia tão triste, imagino como vc deve está triste, mas tenha força e pense que de onde ela estiver estará olhando por vc, será seu anjo da guarda. Infleizmente não podemos entender porque coisas ruins acontecem com pessoas boas, mas infelizmente essa é a vida da gente, por isso aproveite bem a vida, curta muitos os momentos que vc tem ao lado de sua família, diga as pessoas que vc ama que as ama, isso le fará muito bem, e as pessoas tb :)
Fico feliz que sua família irá le visitar, isso com certeza a deixará mais forte!!!!!
Fique com Deus!!!!!!!!
Estarei aqui torcendo pra que vc consiga superar essa perda!!!!!!!

Um grande abraço,

Valéria