sábado, 6 de junho de 2009

Primeira festa de aniversário totalmente suíça.

Olá,
hoje fomos a nossa primeira festa suíça, com convite em alemão e sem brasileiros presentes. rs A aventura (sim, tudo ainda é uma aventura para nós) começou quando olhei no escaninho da Krippe da Leila e encontrei um convite brilhante para o aniversário de uma das coleguinhas.

Tudo estava escrito em alemão e tinha um número para confirmar a presença. Primeiro pensei "Putz, como é que vamos interagir em uma festa dessa?", depois vi o quanto a Leila estava afim de ir, resolvi vencer a fobia que tenho de suíços e ir para o pau.

Sei que é meio ridículo uma mulher de 32 anos suando frio, com dor de estômago e o coração disparado em função de um convite de aniversário de criança, mas foi bem assim que fiquei quando peguei o celular para ligar e confirmar a nossa presença.

Para a minha surpresa, a mãe do outro lado tinha uma tremenda boa vontade e entendeu tudo o que eu disse sem que fosse preciso repetir nem uma única frase. Além de entender, a criatura bondosa ainda demonstrou estar muito feliz com o fato de irmos à festinha. Só isso já foi o suficiente para me deixar radiante e contando os segundos para o "evento".

Hoje foi o grande dia. rs Como já conhecia a fama das festas infantis suíças que, segundo os brasileiros, não tem comida e terminam rápido, tomei um lanche antes de sair e cheguei lá bem no horário marcado. Claro que fomos os primeiros. rs O que a primeira vista parecia trágico, mas acabou sendo excelente.

Sem ninguém além da família da criança (conte aí avó, avô, tio avó e mãe), eu fiquei menos tímida e consegui trocar uma idéia em alemão. Gostei tanto que cheguei a puxar assunto para quebrar o gelo. rs Depois de mais ou menos meia hora, os outros convidados foram chegando. Gente de todo o canto. Alguns falando italiano, outros espanhol, um casal de portugueses... Enfim, fantástica.

Ia me esquecendo, os comes e bebes eram diferentes dos nossos, mas não deixaram devendo nada na fartura. Tinha salada de folhas, salada de macarrão, palitinhos de cenoura, pepino e pimentão, salada de tomate e queijo branco, asa de frango assada, tábua de frios e três tipos de pão. Como se não fosse o suficiente, depois do parabéns em 3 línguas, teve mesa de doces com mousse de chocolate, 2 tipos de bolo de chocolate e torta gelada de morango.

Não teve coxinha e nem brigadeiro, mas teve muita comida e no estilo deles. Mesmo em festa de criança, tudo é um bocado mais saudável. A gente vê o reflexo disso nas ruas, lotadas de pessoas magras ou, no máximo, gordinhas. Obesos aqui são raridade.

Adoramos a experiência e estamos só esperando outros convites.rs

Um abraço,
Carol

5 comentários:

Marilena disse...

Que legal Carol,

hoje eu estava aqui pensando em como vou me comportar no aniversario indiano que irei a semana que vem. A mãe do menino veio aqui em casa confirmar para a familia inteira comparecer e disse que vai ter pizza para as crianças (não tão saudavel quanto na suiça) e comida indiana vegetariana para os adultos.
Não vejo a hora de chegar o dia e espero que seja tão boa quanto a sua experiencia.

bj

Fernando e Silvia disse...

Ei Carol, voce tá muito corajosa!! Parabéns!! A próxima vai ser fichinha. Muito legal você escrever, sempre estou te acompanhando.
Não sei interagir com ninguém, ainda, e não sei se iria numa festinha agora!!! Quem sabe mais tarde!!
Beijos pra vocês,
Silvia

Anne, Samir e Gabriel disse...

Carol...

Que delícia, adoooro festinhas! LEgal você compartilhar conosco sua primeira experiência "totalmente" em alemão.. rsrsrs Que cheguem mais convites, né?

Beijos,

Anne

Eternal Days disse...

Legal! é sempre bom aprender novas culturas, eu iria estranhar !

Criska disse...

Poxa, muito legal, Carol! Grande passo para a integração! Mas eu fiquei imaginando o que daria se servíssemos palitinhos de cenoura com pimentão numa festinha no Brasil, rs. Uma vez eu e a Rafaela, no TO, fizemos um churrasco vegetariano. A galera saiu para comprar espetinho pronto no meio da confraternização...rs