sábado, 28 de abril de 2007

O inglês

Oi gente,
obrigada aos que deixaram comentário no post anterior, continuo firme no propósito de me preparar para o mercado de trabalho canadense. Estou a um passo de convencer o meu chefe a bancar o curso de design gráfico. Eu achei que isso seria impossível, mas ele ficou tão sem jeito por ter me preterido em uma promoção que disse que vai fazer o que estiver ao seu alcance para me recompensar. Tipo prêmio de consolação. rs Para mim, já está de bom tamanho.

Respondendo um pouco aos comentários, acho que é uma unanimidade a importância de se aperfeiçoar o máximo possível na língua inglesa antes de ir para o Canadá. Concordo plenamente. Sem falar a língua local fica difícil conseguir qualquer coisa, quanto mais um emprego. :) Por outro lado, eu acredito que, se eu chegar lá falando perfeitamente o idioma, mas sem nenhuma qualificação, vou fazer o trabalho que todo o imigrante e os próprios canadenses sem qualificação podem fazer: lavar prato, manobrar carro, fritar batatas e, no máximo, ser garçonete ou vendedora de loja. Nada contra nenhum destes trabalho. Na verdade, eu até quero que eles apareçam. Estou disposta a viver esta experiência no primeiro ano pq acredito que essa vivência pode me ajudar a destravar a língua. Mas preciso também investir na minha preparação para o mercado de trabalho aqui.

As ferramentas são as mesmas no mundo inteiro e os cursos no Brasil são cobrados em real. Vale lembrar também que aqui eu estou empregada e posso dispor de dinheiro para pagar pelos meus cursos. No Canadá eu estarei desempregada, vendo o dinheiro sair sem dizer nem até logo. Não sei como funcionaria a minha cabecinha se além de não ter emprego ainda tivesse de arcar com despesas que vão além do extremamente necessário (casa, comida e transporte).

Também acho que ao dizer que o meu inglês era meia boca dei a entender que não falo nem entendo nada. rs Meu inglês é semelhante ao do meu marido. Acredito que se tivesse feito a prova do Ielts teria tirado mais ou menos a mesma nota que ele conseguiu, um 7 no geral. Talvez variando um pouco entre os quesitos. Escrevo um pouco melhor que ele e falo um pouco pior. Enfim, não estou partindo do zero no inglês não. E nem recomendo que ninguém o faça. Também estou fazendo o que a Jeanne recomendou, assistir filmes em inglês sem legenda e estamos estudando a idéia de colocar TV a cabo em casa. Os filmes a gente entende na boa, vamos passar para o próximo degrau: os jornais. rs O Ênio continua fazendo curso de inglês e eu vou retornar também. Mas tenho certeza de que craque mesmo a gente só vai ficar quando estiver morando no Canadá.

Um abraço,

Carol

6 comentários:

Raquel & Daniel disse...

Eu ainda tenho muito que aprender no inglês, infelismente eu so tenho o inglês básico, ainda.Mas tenho focado muito meus estudo de inglês para chegar no Canada com alguma coisa.Sei que terei que chegar no país e fazer um curso para me aperfeiçoar, mas sei que conseguirei.Não posso deixar tudo nas costas do Daniel, que é aplicante principal, então nossa meta é que eu faça um curso assim que chegar la, tenho ceretza que com 6 meses de curso vou sair tagarelando numa boa, enquanto isso ele vai ter que ralar sozinho para pagar as contas,hihihi.

beijinhos

;) disse...

Oi, Carol..
se vc tiraria 7 no IELTS, entao seu ingles eh excelente!! Achei que era do tipo "The book is on the table".. ahahah..
Na verdade os canadenses sao muito tolerantes com sotaque e erros (que a gente sempre comete, por mais fluente que seja..). Eles soh querem te entender e serem entendidos.. Eh muito legal..
Manda ver nas suas qualificacoes e vc tera sucesso!!!

Bjs!!

;)
Conexao Toronto

Márcia C. P. Alves disse...

Uma boa pedida para melhorar o Inglês é ouvir Podcasts. Recomendo este site: http://www.eslpod.com/website/index.php
Os arquivos de audio são gratuitos e dá para ouvir no computador ou, se vocês tiverem, no MP3 player.
Existem vários outros sites que disponibilizam esses materias, todos em Inglês e são uma mão na roda na hora de nos ajudar a melhorar no conhecimento e estudo da língua. Se quiserem mais alguma dica sobre o assunto meu e-mail é mcpalves@gmail.com
Abraços...

Van disse...

Carol
Eu dou o maior apoio para que você faça o curso de design. Assim é uma chance a mais para conseguir emprego quando estiver no Canadá, nem que seja para trabalho voluntário no início.
O aperfeiçoamento do inglês de agora em diante será para sempre e sou mais fã de ir treinando com podcasts, filmes, tv a cabo e outros tipos de áudio, livros em inglês do que com algum curso. A não ser que você faça um super curso de conversação com professor particular ou de imersão. Mesmo assim, acho que a fluência só virá com a prática diária.
Beijo

Fabi disse...

O inglês é algo que você vai ganhar com o tempo aqui. Acho que vale a pena começar a tirar as legendas, ler, mas não gaste dinheiro com cursos de inglês não... Pelo q vc falou, o essencial vc sabe. E realmente aqui eles são super tolerantes com o sotaque... E, qto aos cursos de design, só pra vc saber: aqui eles são muuuuito mais baratos! Mas, se o seu chefe vai bancar, manda bala! Bjokas

Daniel disse...

A Tv a cabo não ajuda muito...investe num mp3 player e escuta muito podcast. Tem vários tipos...noticiários, alguns educativos, entrevistas..etc...tudo free. Vale muito a pena.